Notícias

A JUVENTUDE LUTOU, A JUVENTUDE CONQUISTOU!

Após 3 anos de luta, encontros e muito protagonismo o grupo Juventude de Atitude integrado a REJUDES conseguiu levar em pauta durante sessão online da Câmara de Vereadores a criação do Conselho Municipal de Juventudes de São Luís do Curu, órgão que visa efetivar e fiscalizar as políticas públicas para os jovens de nosso município.

 Desde 2017 o grupo vem atuando para que o projeto seja levado em pauta na Câmara de Vereadores. Em 2018 realizamos um Café com Vereadores para apresentar o Projeto de Lei no qual durante o evento contamos com a presença de apenas um vereador, durante os 3 anos foram diversos os encontros realizados pelo grupo para buscar a aprovação do Conselho Municipal de Juventudes, dentre eles encontro com o Ministério Público e com o prefeito do município.

 Na quarta feira passada – dia 06 de maio – em sessão da Câmara, os vereadores aprovaram por unanimidade o projeto de criação do Conselho.

 E agora vamos agir para que o órgão seja realmente composto por jovens que atuam nos diversos os encontros realizados pelo grupo para buscar a aprovação do Conselho Municipal de Juventudes, dentre eles encontro com o Ministério Público e com o prefeito do município.

 E na quarta – dia 06 de maio – em sessão da Câmara, os vereadores aprovaram por unanimidade o projeto de criação do CMJs diversos grupos e coletivos do nosso município, um conselho diversificado, igualitário e a cara da juventude.

 Gratidão a todxs xs jovens que foram essenciais em todos os momentos para a criação do Conselho Municipal de Juventudes, vocês todos fazem parte dessa história.

 Gratidão ao time da ACCEAVC e ao ChildFund Brasil que por meio de seus colaboradores sempre deram formação correta para nós jovens e por meio disso nos tornam diariamente protagonistas de nossas vidas e nos motiva a lutar por nossos direitos, e enfrentaram essa empreitada juntos conosco.

 Sigamos firme e juntxs para que nossos direitos e as políticas públicas voltadas a nossa juventude sejam efetivadas com sucesso durante todo o percurso.

II FEIRA DE EMPREENDEDORISMO

A segunda feira de empreendedorismo do grupo JA teve como participação especial Fábia e Raquel da ADEL (Agência de Desenvolvimento Econômico Local), o grupo de juventude VOZ ATIVA de Pecém e as Mulheres de Sucesso!

Noite de muita animação com música ao vivo e sorteios!

Mais uma vez o grupo Juventude de Atitude promovendo oportunidades e dando visibilidade ao trabalho juvenil em São Luis do Curu!

Confira a baixo algumas fotos:

Com o Quê? Compliance!

Conceito relativamente novo no meio corporativo, e ainda mais no Terceiro Setor, o Compliance vem sendo adotado também por instituições sem fins lucrativos como uma ferramenta para evitar potenciais riscos e fomentar a transparência nas ações, a sustentabilidade da entidade e o valor da marca social

Mais difundido em grandes empresas privadas, mas também ganhando espaço no setor público e entre as organizações sociais, o compliance vem se tornando tendência como uma estratégia para atestar a retidão das corporações, conferindo a elas mais transparência, solidez e valor junto à sociedade, independente de seu segmento de atuação.

O termo compliance vem do verbo em inglês to comply, que significa cumprir, obedecer, agir em conformidade. É por isso que muitos usam a palavra integridade, ou ainda conformidade, no lugar de compliance aqui no Brasil, facilitando seu entendimento.

Integridade acima de tudo

O compliance é um conjunto de medidas implementadas em uma instituição para garantir princípios éticos, normas legais e regulamentares, políticas e diretrizes estatutárias. Sua importância é tamanha que já há legislação a respeito, incentivando as instituições a criarem seus programas de conformidade, como a Lei 12.846 de 2013 e o Decreto federal 8.420 de 2015, que dispõe: “programa de integridade consiste, no âmbito de uma pessoa jurídica, no conjunto de mecanismos e procedimentos internos de integridade, auditoria e incentivo à denúncia de irregularidades e na aplicação efetiva de códigos de ética e de conduta, políticas e diretrizes com o objetivo de detectar e sanar desvios, fraudes, irregularidades e atos ilícitos praticados contra a administração pública, nacional ou estrangeira.”

Fonte: REDE FILANTROPIA

Marcio Glission recebe Certificado do Programa Jovem Empreendedor Rural, PJER, da ADEL

Participar do Programa Jovem Empreendedor Rural, PJER, da ADEL, foi abrir uma porta para novos conhecimentos e oportunidades! Com o curso pude aprender que não é preciso me deslocar até a capital em busca de emprego, e que eu posso empreender na minha comunidade, assim tendo uma fonte de renda e podendo ajudar quem nela também mora, logo será possível identificar um desenvolvimento local!

Empreender é ver oportunidades que muitas vezes se passa despercebido aos olhos de quem se acomoda com o mesmo. Empreender é inovar, ter foco, assumir riscos e nunca desistir! O avião está decolando, e nele não quero apenas eu, quero mais pessoas, pois acredito que haja um revolucionário em cada um que se arrisca a tentar! E quando esse avião subir, passará chuvas e raios, mas ainda sim estaremos firmes no voo!

Meu imenso obrigado a ADEL e a todos os colaboradores que contribuíram para que esse objetivo fosse alcançado!

Espero ver mais jovens participando das novas turmas do curso e, assim como eu, concluir para que nos seja grato pelo aprendizado, os costumes, amizades e vivências!

Marcio Glission

Work Shop do Desenvolvimento Comunitário Participativo

Nesta sexta feira, dia 4 de setembro, na Câmara Municipal de São Luís do Curu, tivemos a conclusão da escuta do DCP com um Work Shop do Desenvolvimento Comunitário Participativo, nosso evento teve como principal foco falar sobre os resultados do DCP, processo na qual enfatizou a escuta das comunidades atendidas pela ACCEAVC identificando os principais pontos a serem melhorados e os que já estão em bom desenvolvimento.

Confira, a baixo, algumas fotos do Evento

click aqui no link da Live no Facebook da ACCEAVC!